Tatuapé é bicampeã do carnaval de SP e Peruche e Independente são rebaixadas;  Águia de Ouro e Colorado do Brás sobem para o Especial

Tatuapé é bicampeã do carnaval de SP e Peruche e Independente são rebaixadas; Águia de Ouro e Colorado do Brás sobem para o Especial

A Acadêmicos do Tatuapé são a grande do carnaval 2018 de São Paulo. Em uma apuração tensa e bastante emocionante, a escola da zona leste conquistou o bi na última nota do último jurado, e pelos critérios de desempate: a escola ficou com a mesma pontuação da Mocidade Alegre, Mancha Verde e Tom Maior (270 pontos), mas teve melhor desempenho no quesito alegoria. Já a Unidos do Peruche e a caçula Independente Tricolor foram rebaixadas para o grupo de acesso de 2019.

Excessão feita a nota 9,9 de um jurado em samba-enredo, a Acadêmicos dos Tatuapé recebeu 10 em todos os quesitos. A disputa, no entanto, foi apertada, com várias escolas se revezando na liderança, tendo a escola da zona leste na ponta na abertura das notas do 7° quesito: alegoria.

Mesmo empatada com Tom Maior, Mancha Verde Mocidade Alegre no número de pontos, a Tatuapé ganhou por conta dos critérios de desempate. Em sorteio realizado antes da apuração, ficou determinado que, em caso de empate no fim do processo, valeria o número de pontos nos quesitos, pela ordem: mestre-sala e porta-bandeira, harmonia e alegoria.

A Independente perdeu 1,2 ponto por causa de um problema que teve com um dos carros alegóricos, que precisou ser puxado por uma empilhadeira durante o desfile. A punição, no entanto, não influenciou no rebaixamento da escola, já que sua pontuação foi a mais baixa mesmo sem o desconto. Atingida por um incêndio, a Acadêmicos do Tucuruvi desfilou, mas não foi julgada. Ela permanecerá no Grupo Especial. Acadêmicos do Tucuruvi, vítima de incêndio em janeiro, não foi avaliada. A Águia de Ouro foi a campeã do Grupo de Acesso, seguida por Colorado do Brás. As duas escolas sobem para o Grupo Especial em 2019 no lugar de Independente e Peruche, que caíram.

Veja abaixo a pontuação das 13 escolas (a Peruche foi isenta de votação):

1° Acadêmicos do Tatuapé – 270 pontos
2° Mocidade Alegre – 270 pontos
3° Mancha Verde – 270 pontos
4° Tom Maior – 270 pontos
5° Dragões da Real – 269.9 pontos
6° Império de Casa Verde – 269.7 pontos
7° Gaviões da Fiel – 269.6 pontos
8° Rosas de Ouro – 269.6 pontos
9° Vila Maria – 269.5 pontos
10° Vai-Vai – 269.3 pontos
11° X-9 Paulistana – 268.9 pontos
12° Unidos do Peruche – 268.4 pontos
13° Independente Tricolor – 267.7  pontos

Veja abaixo a pontuação das escolas do grupo de acesso:

1° Águia de Ouro – 270 pontos
2° Colorado do Brás – 269,9 pontos
3° Barroca Zona Sul – 269,3 pontos
4° Nenê de Vila Matilde – 268,9 pontos
5° Pérola Negra – 268,9 pontos
6° Leandro de Itaquera – 267,8 pontos
7° Camisa Verde e Branco – 267,7 pontos
8° Imperador do Ipiranga – 267,2 pontos

Obs: a Imperador do Ipiranga ficou em último lugar no Acesso e caiu para o Acesso 2.

O Desfile das campeãs
A escola campeã, a vice, a terceira, quarta e quinta colocadas do Grupo Especial vão participar do Desfile das Campeãs na sexta-feira (16), junto com a campeã e vice do Grupo de Acesso. Irão desfilar: Tatuapé, Mocidade, Mancha Verde, Tom Maior e Dragões da Real, Águia de Ouro (campeã do Grupo de Acesso) e Colorado do Brás (vice do Grupo de Acesso).

Nota do editor

O título da Acadêmicos do Tatuapé foi, novamente, mais do que merecido. Escola com chão forte, que entendeu o que são um desfile de grupo especial, tecnicamente perfeita na avenida e com fantasias e alegorias sensacionais. Agora, o que alguns jurados fizeram beira o absurdo.

Para não irmos muito longe e não aprofundar uma discussão de algo que já passou, e que pode parecer lamentação em vão, basta listar a nota 10 para a comissão de frente da Independente Tricolor (que estava bela, mas teve um eixo do carro auxiliar quebrado e por isso perdeu 1.2 ponto).

Outro quesito com notas exageradas (esta não são a opinião do Samba & Pagode, mas de outros jornalistas de veículos distintos presentes no Anhembi) foi o de harmonia. Era nítido que, em alguns desfiles, não havia a tal integração cobrada pelo juri entre componentes, tanto cantando como fazendo coreografias.

Em suma, que a apuração de 2018 sirva de exemplo para algumas mudanças no carnaval de 2019. Assim esperamos

About author

Luiz Teixeira
Luiz Teixeira 298 posts

Luiz Teixeira, 29 anos, é formado em jornalismo, com especialização em produção e apresentação de telejornal, pela Universidade Anhembi Morumbi no ano de 2009. Trabalha desde 2007 na área e atualmente é repórter da Rádio Band News FM, de São Paulo. Natural de Taboão da Serra-SP, criou o site Samba & Pagode depois de um papo entre amigos do meio musical, assessores de imprensa, cantores e músicos. Viva o Samba!

Também recomendamos

Carnaval 0 Comments

Bloco de carnaval “Lua Vai” fará desfile com o melhor do pagode dos anos 90 na cidade de São Paulo

Já pensou termos músicas de bandas como Raça Negra, Katinguelê, Só pra Contrariar, Soweto, Exaltasamba, Art Popular, Negritude Júnior, Soweto, Os Morenos, Sem Compromisso, entre tantas outras que fizeram sucesso no

Carnaval 0 Comments

Beija-Flor é campeã no RJ e sensação Tuiutí fica em 2º; Grande Rio e Império Serrano são rebaixadas

A Beija-Flor de Nilópolis é a grande campeã do carnaval 2018 do Rio de Janeiro. Em apuração realizada na tarde desta-quarta-feira (14), na Marquês de Sapucaí, a escola, que fez um

Carnaval 0 Comments

Maior campeã do Carnaval de São Paulo, Vai-Vai escolhe Samba 8 como enredo para 2017; ouça

O final de semana não foi apenas de eleições políticas na cidade de São Paulo. No tradicional bairro do Bixiga, o Vai-Vai também participou de um acirrado pleito de escolha:

0 Comments

Não há comentários ainda

Você pode ser o primeiro a Comentar este post