Lenda do samba, Elton Medeiros morre no Rio de Janeiro aos 89 anos de idade e deixa obra eternizada

2 min read
Silvana Marques / Divulgação

Silvana Marques / Divulgação

Sambista, compositor e um dos principais nomes da músicas brasileira, Elton Medeiros não resistiu as complicações decorrentes de uma pneumonia e faleceu na noite da última terça-feira, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro, aos 89 anos de idade. Dono de um repertório rico dentro do samba, Elton passou mal e foi levado para a Casa de Saúde Pinheiro Machado, onde morreu por volta das 20h15 da noite.

Fundador do bloco Tupi de Brás de Pina, que posteriormente virou escola de samba, o sambista começou a compôr e se envolver no mundo do samba logo aos 14 anos de idade, quando já saía em blocos carnavalescos do Rio de Janeiro. Elton Medeiros também integrou o grupo Os Cinco Crioulos junto com Nelson Sargento.

Elton coleciona vários sucessos, sendo um deles “O Sol Nascerá”, em parceria com Cartola. A música é tema de abertura da novela “Bom Sucesso”, da TV Globo, gravada por Zeca Pagodinho e Teresa Cristina. Além dela, o sambista tem várias canções interpretadas por nomes como Nelson Cavaquinho e Paulinho da Viola.

Dentro do carnaval, após fundar o bloco que virou escola, Elton se transferiu para a Escola de Samba Aprendizes de Lucas, onde permaneceu até a recente fusão com a Unidos da Capela, a atual Escola de Samba Unidos de Lucas. Lá, o sambista fundou a Ala dos Compositores de Aprendizes de Lucas e foi um dos grandes incentivadores do Zicartola, célebre bar criado pelo também sambista Cartola e a esposa, Dona Zica.

Elton Medeiros nos deixou essa semana, mas sua obra, completa e impecável, segue como um grande legado deixado pelo sambista. Confira no vídeo abaixo um dos CD’s do grande compositor carioca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *