Especial Cartola: o musical O Mundo é um Moinho e a Ocupação do samba em plena Avenida Paulista

Especial Cartola: o musical O Mundo é um Moinho e a Ocupação do samba em plena Avenida Paulista

*Colaboração de Mirella Kamimura

Um dos principais músicos e compositores da história da música popular brasileira, Angenor de Oliveira, o popular Cartola, está sendo duplamente homenageado em São Paulo por conta da sua grande obra musical deixada como herança para todos os amantes do samba.

O Mundo é um Moinho, musical que conta toda a trajetória do sambista, trazendo como temas principais a sua relação conturbada com o pai, os anjos da vida de Cartola, a dona Zica e a época do Zicartola e o caso de amor e ódio com a sua grande paixão: Estação Primeira de Mangueira, a qual ele foi co-fundador, é um presente para os fãs de Cartola.

A história do musical se passa num barracão de escola de samba. O fio condutor é um desfile com o tema Cartola. O narrador-apresentador principal retrata ala por ala ao público e aos membros da agremiação que estão presentes. Estes vão se revezando para representar e cantar sucessos da vida do compositor.

A história da vida de Cartola já foi abordada por diferentes recortes, como em especiais de tv, documentários, reportagens e livros. Normalmente, todos têm uma característica em comum: a melancolia de suas canções. Ao se falar de Cartola, a primeira imagem a qual se remete é a do compositor franzino, de óculos, cigarro numa mão, copo na outra, cantando alguma melodia romântica, triste… e linda.

Neste musical, a angulagem é diferente. Apesar de ter momentos melancólicos, na maior parte do tempo o clima é outro. As cores do cenário são vivas – predominantemente verde e rosa, como era de se esperar; a iluminação é clara e forte – como holofotes de sambódromo; o figurino é vibrante e colorido – como fantasias de escola de samba.

Além disso, essa característica vibrante e alto-astral da montagem fica marcada no enredo e nas atuações. Os personagens são bem humorados, falam alto, gesticulam, fazem piadas. O humor é ponto marcante da peça, podendo por vezes até soar um pouco exagerado. O jeitinho malandro e engraçado de Cartola já seria o suficiente pra se apaixonar pelo musical.

Quem espera escutar canções de vozes impostadas da época do samba-canção, vai se surpreender com um espetáculo alegre e que conta a história de um dos maiores compositores do Brasil, com todos os seus altos e baixos.

Serviço

Cartola – O Mundo é um Moinho
– Sexta e segunda às 20h
Sábado às 21h
Domingo às 18h
– Até 31 de outubro
– Duração: 150 min (com intervalo de 15 min)
– Valor: entre R$ 60 e R$ 120 (valores de entrada inteira)
– Local: Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista

www.teatrosergiocardoso.org.br

 

Ocupação Cartola

Outra homenagem ao trabalho de Cartola é a exposição gratuita que o Itaú Cultural está realizado na Avenida Paulista.

Contendo fotos da família, vídeos e poemas inéditos do compositor, sendo que nove deles estão num pequeno livro que está sendo distribuído ao público, além é claro de imagens e manuscritos do sambista, sendo que muitos são originais e pertenciam a Cartola.

Os ambientes da Ocupação Cartola simulam lugares que foram importantes na história do compositor, como o jardim do cantor no morro da Mangueira, e o Zicartola, um restaurante que ele teve com a esposa, a Dona Zica, no Rio e que foi palco de shows muito importantes para o samba.

A Ocupação Cartola no Itaú Cultural pode ser visitada de terça a domingo, incluindo feriados.

Ocupação Cartola
Quando: de 17 de setembro a 13 de novembro
Dias de visitação: de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h (permanência até as 20h30); aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Onde: Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149, estação Brigadeiro do metrô)
Entrada gratuita
Classificação indicativa: livre

Serviço 

Cartola – O Mundo é um Moinho
– Sexta e segunda às 20h
Sábado às 21h
Domingo às 18h
– Até 31 de outubro
– Duração: 150 min (com intervalo de 15 min)
– Valor: entre R$ 60 e R$ 120 (valores de entrada inteira)
– Local: Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista

www.teatrosergiocardoso.org.br

About author

Luiz Teixeira
Luiz Teixeira 312 posts

Luiz Teixeira, 30 anos, é formado em jornalismo, com especialização em produção e apresentação de telejornal, pela Universidade Anhembi Morumbi no ano de 2009. Trabalha desde 2007 na área e atualmente é repórter e apresentador da Rádio Band News FM, de São Paulo. Natural de Taboão da Serra-SP, criou o site Samba & Pagode depois de um papo entre amigos do meio musical, assessores de imprensa, cantores e músicos. Viva o Samba!

Também recomendamos

Cantora carioca Luiza Dionízio realiza financiamento coletivo para CD sobre obra de Arlindo Cruz

Muito conhecida dentro do meio do samba, a cantora carioca Luiza Dionízio está realizando uma campanha de financiamento coletiva focado na preparação do seu segundo CD, que será uma obra

Douglas Sampa divulga clipe de “Vida Bandida” em versão acústica com a cantora argentina Lucila; veja

Divulgando o trabalho “Prazer, eu sou o samba”, o cantor Douglas Sampa divulgou nesta quarta-feira (16) o clipe oficial da música “Vida Bandida”, em versão acústica, como uma “faixa bônus”

Curta que conta os detalhes da história do músico Adoniran Barbosa vai virar longa-metragem

Famoso no Brasil após ser premiado em diversos festivais de cinema do mundo, incluindo Festival de Gramado e Festival Internacional de Bilbao, o curta Dá Licença de Contar (2015), filme baseado nas

0 Comments

Não há comentários ainda

Você pode ser o primeiro a Comentar este post