CD e DVD com inéditas de Adoniran são lançados 34 anos após morte do cantor

CD e DVD com inéditas de Adoniran são lançados 34 anos após morte do cantor

Se Assoprar, Posso Acender de Novo, cantava Adoniran Barbosa na música “Já Fui Uma Brasa”, lançada no final de sua carreira, quando os ritmos da Jovem Guarda ameaçavam tomar o lugar do samba no cenário musical brasileiro. E Adoniran estava certo! Sua brasa foi assoprada e acendeu de novo em 2016, quando Cassio Pardini, produtor de cinema e sócio da Latina Estudio, encontrou um legado inédito com partituras nunca antes musicadas do cantor e paulista.

O produtor musical Lucas Mayer, do selo DaFne Music, então deu vida à obra, por meio de um mergulho no universo do Adoniran. A partir daí surge o disco e DVD “Se Assoprar, Posso Acender de Novo”, que apesar de utilizar como título o verso de uma música que Adoniran cantava ao final de sua vida, reúne somente canções inéditas.

São 14 faixas interpretadas por importantes e ecléticos ícones da música brasileira. Junto com as mídias lançadas, está no ar o portal www.adoniranbarbosa.com.br que reúne todas as novidades oficiais do cantor e compositor.

“Fico muito feliz ao ver, finalmente, gravadas as músicas que estão editadas desde 1990, logo após o Juvenal Fernandes, grande amigo do meu pai, me procurar com muitos papeizinhos rabiscados com a letra inconfundível do Adoniran”, afirma a filha Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa sobre a autenticidade das obras inéditas do pai. “Tinha a expectativa de encontrar apenas uma partitura, mas me surpreendi com essa incrível quantidade de composições. Quando o Lucas as musicou, ficamos encantados e surpresos com a qualidade da obra”, confessa Pardini, que assina a produção do DVD.

No último dia 25 de novembro, em meio às comemorações de 100 anos do samba, foi lançado o box “Se Assoprar, Posso Acender de Novo” com CD e DVD, pois o pai do samba paulista não poderia ficar de fora dessa homenagem.

4b8bb929-b2b8-486d-b2e3-66a4c74d9c98

O produto, disponível apenas em formato de combo, é encontrado em lojas físicas e digitais pelo Brasil, bem como em todas as plataformas de streaming.

“O álbum não é apenas um disco de Samba”, afirma Lucas Mayer. Mas, como assim? Isso por que o intérprete do personagem paulista João Rubinato não era apenas um compositor de Samba.

“Suas poesias e crônicas falam de uma São Paulo em constante mudança com uma linguagem muito simples e tocante, que o fez transitar facilmente por diferentes públicos, e a superação é um tema muito recorrente nessas canções”, explica Pardini.

O artista encarava sua cidade como algo miscigenado e em tudo enxergava estórias, mesmo das coisas mais simples como sovar uma massa de pizza, ou de uma menina que passava por ele em uma fila da lotação. Esse disco é sobre o que ele escrevia e como os artistas enxergam essas poesias com seus próprios olhos e ouvidos. “Meu papel foi roupar aquilo que saía pronto nas vozes de cada um, de cada interpretação que surgia daquelas frases do grande cronista”, finaliza Lucas.

Confira no vídeo abaixo o teaser do novo projeto:

About author

Luiz Teixeira
Luiz Teixeira 215 posts

Luiz Teixeira, 27 anos, é formado em jornalismo, com especialização em produção e apresentação de telejornal, desde 2009, pela Universidade Anhembi Morumbi. Trabalha desde 2007 na área e atualmente é repórter da Rádio Band News FM, de São Paulo. Natural de Taboão da Serra-SP, criou o site Samba & Pagode depois de um papo entre amigos do meio musical, assessores de imprensa, cantores e músicos.

Também recomendamos

Projeto Caneta de Ouro reúne nomes do samba e do pagode em homenagem aos compositores

O mundo dá música muitas vezes exalta o interprete de um grande sucesso sem mesmo saber quem foi o verdadeiro compositor da canção. Pensando em dar o verdadeiro reconhecimento para

Arlindo Cruz não está mais em coma induzido e medicações estão sendo reduzidas

Excelente notícia para os fãs, amigos e familiarea do cantor Arlindo Cruz. Internado desde o dia 17 de março por conta de um AVC, o sambista saiu hoje do coma

Alcione será a interprete da música de abertura de “A Regra do Jogo”, a nova novela das 21h da Globo

O samba terá uma grande represente na nova novela das 21h da TV Globo. Substituta de Babilônia, a trama A Regra do Jogo, que estreia no próximo dia 31 de

0 Comments

Não há comentários ainda

Você pode ser o primeiro a Comentar este post