“Batuqueiros e sua Gente” homenageiam Clara Nunes em roda de samba no Jongo Reverendo

Os Batuqueiros e sua Gente irão prestar uma homenagem especial a cantora Clara Nunes em uma roda de samba no Jongo Reverendo, no dia 7 de agosto, a partir das 22h, na Vila Madalena, em São Paulo. Morta em 1983, a sambista mineira foi uma das grandes responsáveis pelo crescimento do samba entre as mulheres no Brasil e atualmente, mesmo após 32 anos de seu falecimento, segue como uma das principais referências do gênero na história.

O tributo à Clara Nunes fará uma passeio pelas canções que marcaram a carreira da artista como as clássicas Conto de Areia (Romildo/Toninho), Guerreira (Paulo César Pinheiro/João Nogueira), A deusa dos Orixás (Toninho / Romildo), O mar serenou (Candeia), Ê baiana (Fabrício da Silva/ Ênio dos Santos Ribeiro/Baianinho/Miguel Pancrácio), dentre outros grandes sucessos da saudosa mineira.

O ingresso antecipado sai a R$ 15, mediante o envio de nome para lista@jongoreverendo.com.br; e, no dia do evento, o valor é R$ 25 na porta. Mais informações: (11) 2769-0059 ou no endereço na Jonge Reverendo, localizada na Rua Inácio Pereira da Rocha, 170.

Batuqueiros_HomenagemaClaraNunes

Clara Nunes 

Clara Francisca Gonçalves Pinheiro nasceu em 12 de agosto de 1942, em Paraopeba (Minas Gerais).Inspirada por nomes como Elizeth e Angela Maria, é considerada uma das maiores intérpretes do País. Foi com a descoberta das religiões afro-brasileiras e em suas viagens que se reconheceu sambista e filha de Iansã. Uma combinação que valorizou não só uma raça, mas como mudou a história. A mineira guerreira, com vestido rendado, pulseiras, tiaras e farta cabeleira vermelha, evocava as raízes africanas em seu samba, sacramentando o poder feminino na música brasileira. 

Batuqueiros e sua Gente

Os batuqueiros formam uma roda de samba composta por 17 sambistas, que empunham seus violões, cavaquinhos, bandolim, trombones, congas, repique de anel, cuíca, agogô, tamborins, pandeiros, reco-reco, surdo e cantam em uma só voz. Sua gente são as pessoas que acompanham a roda, ecoando um coro de muitas vozes e relembrando sambas que marcaram a história do gênero.

“Batuqueiros e sua Gente” apresentam-se toda primeira sexta-feira do mês no Jongo Reverendo, um espaço de atividades culturais e palco de shows e festas que celebram a cultura afra brasileira, denominada como um grande terreiro urbano. 

O primeiro homenageado dos “Batuqueiros e sua Gente”  foi Mauro Duarte. Em seguida, vieram as obras de Roberto Ribeiro, Candeia, Wilson Moreira e Dona Ivone Lara. 

Batuqueiros e sua Gente – Homenagem à Clara Nunes

Dia e horário: Sexta-feira (7 de agosto), a partir das 22 horas
Local: Jongo Reverendo – Rua Inácio Pereira da Rocha, 170 – Vila Madalena – São Paulo/SP
Telefone: (11) 2769-0059
Ingresso: R$ 15; antecipado, encaminhar nome para lista@jongoreverendo.com.br; R$ 25 na porta.

Clara_Nunes

About author

Luiz Teixeira
Luiz Teixeira 231 posts

<p>Luiz Teixeira, 29 anos, é formado em jornalismo, com especialização em produção e apresentação de telejornal, pela Universidade Anhembi Morumbi no ano de 2009. Trabalha desde 2007 na área e atualmente é repórter da Rádio Band News FM, de São Paulo. Natural de Taboão da Serra-SP, criou o site Samba & Pagode depois de um papo entre amigos do meio musical, assessores de imprensa, cantores e músicos. Viva o Samba!</p>

Também recomendamos

Alexandre Pires, Belo e Luiz Carlos anunciam parceria musical no projeto ‘Gigantes do Samba 2’

O mistério chegou ao fim! Quem acompanha os cantores Alexandre Pires, Belo e Luiz Carlos nas principais redes sociais pôde notar, principalmente nos últimos dias, que os pagodeiros vinham fazendo

Zeca Pagodinho prepara novo CD após encontra baú com mais de 200 sambas inéditos em casa

O cantor Zeca Pagodinho encontrou um verdadeiro tesouro em sua residência no início desta semana. Nada mais, nada menos do que uma caixa com mais de 200 fitas cassetes repletas

Mart’nália fará show especial só com sambas de partido alto no Sesc Vila Mariana, em São Paulo

Gosta de um bom samba de partido alto? Então você não pode perder a programação do Sesc Vila Mariana nos meses de agosto, setembro e outubro deste ano. Isso porque

0 Comments

Não há comentários ainda

Você pode ser o primeiro a Comentar este post